Menu

Interface entre o PAE e os planos de contingência municipais

Interface entre o PAE e os planos de contingência municipais

Terça-feira, 10/4, foi a vez da Usina de Funil realizar o encontro para discutir a interface do Plano de Ação de Emergência – PAE com os planos de contingência municipais dos seis municípios à jusante.

Visitaram a Usina de Funil integrantes das Defesas Civis estadual e dos municípios de Lavras, Ribeirão Vermelho e Campo Belo, além do Corpo de Bombeiro e representantes das prefeituras.

 

O PAE estabelece as ações a serem executadas pelo empreendedor da barragem das usinas hidrelétricas em caso de situação de emergência nos barramentos, bem como identificar os agentes a serem notificados dessa ocorrência. Participaram do encontro representantes das Defesas Civis estadual e dos municípios de Lavras, Perdões, Cana Verde, Ribeirão Vermelho, Campo Belo e Nepomuceno, além do Corpo de Bombeiro e representantes das prefeituras.

Dentre os temas abordados destacamos a apresentação da Aliança sobre os aspectos ligados à segurança do empreendimento, seguida de uma visita à Casa de Força, para esclarecer sobre o processo de produção de energia elétrica, além de debates sobre a legislação pertinente ao tema de proteção e defesa civil e segurança de barragens (Leis 12.608/2012 e 12.334/2010 e Resolução Normativa 696/2015, da ANEEL).

 

 

Giselle Barbosa, representante do Coordenadoria Municipal da Defesa Civil de Campo Belo, conversa com o coordenador da UHE Funil, Guilherme Bretas, e comenta:

“O encontro foi muito proveitoso. As informações nos ajudam a perceber a importância da prevenção e também onde podemos melhorar. Conhecer a hidrelétrica foi importante para vermos a estrutura e a segurança que envolve a operação da usina

 

 

 

Frederick Nunes, engenheiro de planejamento de O&M da Aliança, responsável pelo PAE, reforça a importância da atuação conjunta e da reflexão do poder público quanto à necessidade de planejar e organizar ações de contingência que visam à proteção da população.

“Parte do processo de implantação do PAE já foi realizada nas UHE´s Aimorés e Igarapava, além de Funil, e já obteve a participação de mais de 60 pessoas.”

Outros dois encontros como estes estão programados para o mês de abril nas Usinas de Porto Estrela e Amador Aguiar I e II, nos dias 12 e 18, respectivamente.

 

 

 

Confira a galeria de fotos do evento.

© Copyright 2015 Aliança Geração de Energia S.A. - Todos os direitos reservados