A importância dos manguezais pra o equilíbrio ecológico

Hoje, 26 de julho, comemora-se o Dia Mundial de Proteção aos Manguezais, um ecossistema de transição entre os ambientes terrestre e marítimo, característico das regiões tropicais e subtropicais. Estima-se que, apenas no Brasil, existam mais de 26 mil kmde área de mangues, que se inicia no Amapá e se estende até Santa Catarina. Esse rico ecossistema se faz presente, também, em Icapuí (CE), um dos municípios onde a Aliança atua.

De acordo com o analista de meio ambiente da Aliança, Rômulo Fonseca da Silva, os manguezais são fundamentais para a natureza. “O mangue é uma das ferramentas responsáveis pelo equilíbrio ecológico, pois possui uma enorme biodiversidade, sendo um berçário natural para aves, peixes, moluscos e crustáceos”, explica.

Sua vegetação contribui para fixar as terras, impedindo, assim, a erosão e, ao mesmo tempo, estabilizando a costa, pois suas raízes funcionam como filtros na retenção dos sedimentos. Além disso, os microrganismos dos manguezais são capazes de processar lama e matéria orgânica, promovendo a fixação e a inertização de partículas contaminantes.

Neles também são encontrados animais que servem de alimento e sustento para muitas pessoas e a preservação da sua fauna e flora é de grande importância para a sustentabilidade dos espaços naturais onde estão inseridos e dos indivíduos que necessitam dele.

A poluição de rios e mares, queimadas, lançamento de resíduos e esgotos têm sido extremamente prejudiciais para as áreas de mangues. A fim de preservar e protegê-las, o governo incluiu tal ecossistema em diversas leis, que o tornaram área de preservação permanente no Brasil.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.