Comunidade Quilombola aprova estudo apresentado pela Aliança Energia

A APROVAÇÃO ACONTECEU NO DIA 9 DE JULHO COM A PARTICIPAÇÃO DE 95 INTEGRANTES DA COMUNIDADE QUILOMBOLA DE MACAMBIRA

O Estudo do Componente Quilombola (ECQ) apresentado pela Aliança para a comunidade de Macambira, localizada no município de Lagoa Nova/RN, irá auxiliar a Aliança Energia, a Comunidade e o Incra, na definição das melhores medidas para o convívio entre a comunidade e o empreendimento, uma vez que parte da linha de transmissão do Complexo Eólico Acauã, cerca de 3,5 km, deverá passar pelo território Macambira.

Por se tratar de uma comunidade tradicional, a elaboração do ECQ e sua aprovação estão previstos por leis e tratados internacionais que visam proteger os direitos e a cultura destes povos.  Após a aprovação do ECQ, a Aliança deu início às oficinas de diálogo, que aconteceram entre os dias 11 e 13 de julho. Essas oficinas irão aprimorar o Plano Básico Ambiental Quilombola (PBAQ), que será apresentado no próximo mês, levando em consideração os apontamentos feitos pela comunidade.

Segundo o gerente de Responsabilidade Social e Comunicação, Marcelo Werly, o Estudo é resultado de um trabalho iniciado em janeiro, de muita pesquisa sobre os costumes, tradições e particularidades da Comunidade de Macambira e traz para os moradores informações quanto às características, benefícios e impactos da Linha de Transmissão naquela comunidade.  Os programas e ações propostos pelo ECQ constituem iniciativas que irão contribuir para a comunidade nas esferas cultural, social e de geração de renda.

A aprovação foi um etapa importante e reflete nossa premissa de sempre estabelecer um diálogo aberto e participativo com as comunidades, com foco nas pessoas e na construção de uma relação mútua de ganhos, onde empresa e comunidade definem, juntas, o melhor caminho para as iniciativas de compensação e convívio“.

A reunião foi realizada presencialmente na Comunidade Quilombola de Macambira, mas contou com a participação virtual de representantes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária – Incra, do Rio Grande do Norte e Brasília, da Coordenação Nacional de Articulação de Quilombos – CONAQ e de instituições e pessoas apoiadoras convidadas pela Associação da Comunidade de Macambira.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *