Confira os resultados dos Programas de Reflorestamento da Aliança Energia

CONDICIONANTES AMBIENTAIS NAS USINAS DE AIMORÉS E FUNIL, OS PROGRAMAS DE REFLORESTAMENTO APRESENTAM RESULTADOS POSITIVOS E SOLUÇÕES CADA VEZ MAIS INTEGRADAS

Os números dão a dimensão da importância dos trabalhos para a biodiversidade e para as comunidades locais. Somadas, ambas usinas plantaram, apenas nos três últimos anos, mais de 104 mil mudas de árvores nativas e aproximadamente 95 hectares de APP receberam algum tipo de melhoria como, por exemplo, cercamento, enriquecimento de solo ou plantio efetivamente. Para se ter uma ideia, esses números equivalem a mais de 90 campos de futebol.

E os resultados positivos não são apenas de implantação, mas de manutenção das áreas, como comenta o analista de meio ambiente na UHE Funil, Walisson Soares:

Verificamos um índice de mais de 90% de sobrevivência das mudas implantadas no ciclo passado de plantio (2018/2019). Isso mostra a qualidade dos serviços executados e o compromisso dos proprietários que aderiram ao projeto“.

Confira os resultados dos Programas de Reflorestamento da Aliança Energia - Aliança Energia
Área em recuperação às margens do rio Grande, reservatório da UHE Funil

Já na região onde está instalada a UHE Aimorés, a adoção do monitoramento aéreo, com sobrevoo por drone das áreas reflorestadas, conseguiu evidenciar os resultados positivos a partir de uma perspectiva muito mais ampla e clara. A imagens foram integradas ao relatório apresentado ao IBAMA, ampliando o escopo de evidências para o órgão ambiental. As vantagens não param por aí, como comenta Débora Silva, analista de meio ambiente na UHE Aimorés:

No cenário que enfrentamos hoje, com o COVID-19, o monitoramento aéreo nos ajuda inclusive a perceber demandas pontuais nas áreas, reduzindo a exposição da equipe em inspeções de campo“.


INTERCÂMBIO DE CONHECIMENTO

As boas práticas e aprendizados têm sido frequentemente compartilhados entre as equipes das duas usinas, que agora trabalham de forma integrada. Exemplo disso, é que o monitoramento aéreo das áreas reflorestadas também será implantado na UHE Funil este ano.

“Pra nós tem sido importante trabalhar como um único time, focado em aprimorar nossas atividades, compartilhando experiências, trazendo as boas práticas e soluções tecnológicas para ambos locais, visando entregar para a Aliança e para a sociedade os melhores resultados possíveis dentro da nossa atuação ambiental.”

Afirma Ricardo Siqueira, supervisor de meio ambiente das usinas de Aimorés e Funil.

Os Programas de Reflorestamento são, além de uma condicionante ambiental, um valor e um compromisso da Aliança Energia com a #sustentabilidade.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *