Sirenes da Usina Hidrelétrica de Funil serão testadas em Ribeirão Vermelho e Lavras

Ação preventiva acontece no dia 14 de setembro e moradores não precisarão se deslocar

Os moradores das cidades de Ribeirão Vermelho e do bairro Niterói em Lavras, no sul de Minas Gerais, devem ouvir no dia 14 de setembro, os testes das sirenes instaladas nessas regiões. Trata-se de uma ação preventiva relacionada ao Plano de Ação de Emergência (PAE) da Usina de Funil, pertencente à Aliança Energia e que está localizada no rio Grande.

Os testes no sistema de alerta serão realizados no período da tarde e não há necessidade de mobilização e deslocamento da população para pontos de encontro ao ouvir a sirene. Segundo o coordenador da Usina Hidrelétrica de Funil, Willian Rosa, o objetivo é tornar essa ação uma rotina, ao ponto de a comunidade conseguir reconhecer o sinal de alerta. Ainda de acordo com Willian, a Usina está classificada como de baixo risco e suas estruturas atendem plenamente aos fatores de segurança, conforme Relatório da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). 

Representantes da Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e da equipe da Aliança Energia compõem um grupo de trabalho que tem uma rotina de acompanhamento e estarão juntos monitorando mais essa ação preventiva.

Sirenes da Usina Hidrelétrica de Funil serão testadas em Ribeirão Vermelho e Lavras - Aliança Energia

Plano de Ação de Emergência (PAE)

O plano atende à Política Nacional de Segurança de Barragem e Política Nacional de Proteção e Defesa Civil. Consiste em um documento com as diretrizes de como a Aliança Energia deve agir em uma situação de emergência com a barragem da Usina de Funil, bem como devem acontecer as interações com os órgãos de proteção e Defesa Civil. Os municípios localizados abaixo das barragens já possuem um sistema de alerta e de prevenção para que a população seja avisada de forma eficaz no caso de alguma intercorrência. 

Desde 2019, anualmente, as sirenes que compõem o sistema de alerta são testadas e a comunidade é orientada, por meio de campanhas e ações de comunicação, sobre como proceder.

Inaugurada em 10 de dezembro de 2002, a Usina de Funil está localizada no rio Grande, entre os municípios de Lavras e Perdões e tem potencial de geração de 180 MW, o suficiente para abastecer uma cidade com 500 mil pessoas.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *