Menu

Usina de Funil pronta para atuar durante Piracema 2018/19

Usina de Funil pronta para atuar durante Piracema 2018/19

Com início da Piracema, período em que os peixes sobem o rio para reprodução, a Usina de Funil inicia também a operação e monitoramento do Sistema de Transposição de Peixes (STP). Nos dias 30 e 31 de outubro, a equipe da Biocev, contratada para operar o sistema, recebeu treinamento teórico e prático sobre o funcionamento do STP e também questões pertinentes ao monitoramento realizado no período. O Sistema irá operar de 1 de novembro de 2018 a 28 de fevereiro de 2019.

Leane Pádua, biólogo da Biocev, um dos responsáveis pela equipe de monitoramento de ictiofauna e operação do STP, destaca a importância do treinamento no sentido de aliar o conhecimento de uma equipe multidisciplinar à experiência da Aliança, profunda conhecedora do Sistema. “Nosso objetivo é realizar o melhor acompanhamento possível das espécies migratórias contribuindo para uma análise qualificada da rota migratória dos peixes“.

 

 

Desde 2002, a Usina de Funil monitora as espécies de peixes em seu reservatório. O monitoramento quantifica e qualifica as espécies, além de estudar suas rotas migratórias e ciclos reprodutivos. Esses estudos colaboram para adoção de medidas de proteção e conservação das espécies de peixes da região.

 

 

 

 

Confira imagens das atividades preparatórias para operação do Sistema.

 

© Copyright 2015 Aliança Geração de Energia S.A. - Todos os direitos reservados